Redes de Territórios Educativos

A soma de esforços entre estado e sociedade civil organizada, por meio da atuação em rede e da formação de parcerias, é uma alternativa potente para promover o desenvolvimento social e reverter os níveis de desigualdade, especialmente no tocante aos direitos de crianças, adolescentes e jovens.

O Programa Redes de Territórios Educativos foi construído para promover assessoria a organizações da sociedade civil (OSCs) na elaboração e implementação de estratégias de educação integral, criando laços de confiança e parceria entre os diferentes atores que operam no território.

As instituições são estimuladas a trabalhar de forma articulada, gerando redes capazes de ampliar a oferta de ações para aumentar as oportunidades de aprendizagem dos estudantes, em especial daqueles socialmente mais vulneráveis. O Programa oferece ainda as formações: elaboração de projetos, lideranças colaborativas, comunicação, trabalho social com famílias, e prevenção ao abuso sexual.

O Programa está presente em Aquiraz (CE), São Luís (MA), Cuiabá e Várzea Grande (MT). Em 2019, vinte projetos de São Luís e de Várzea Grande foram contemplados, por meio do Edital Redes de Territórios Educativos, para recebimento de mais de R$ 680 mil em recursos. Em Aquiraz (CE) e Cuiabá (MT), atua na fase de mobilização e articulação com as OSCs e outros agentes locais para a criação e a implementação das redes.

Recursos destinados por meio do Edital Redes de Territórios Educativos

  • São Luís: 14 projetos selecionados
  • Valor total repassado: R$ 484.837,10

  • Várzea Grande: 6 projetos selecionados
  • Valor total repassado: R$ 200.000,00

    Parceiros

    Cieds (Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável)

    Organizações da Sociedade Civil

    Números

    183
    OSCs envolvidas
    23
    órgãos públicos
    46 326
    crianças e adolescentes atendidos

    Formação

    37
    oficinas
    354
    horas de formação
    1 110
    participações

    Mobilização

    1 505
    participações
    97
    instituições representadas
    24
    encontros
    201
    horas de atividades

    Redes Juventudes

    Crédito: Livia Wu mãos trabalhando com papeis
    Participantes durante formação Juventudes em Curso

    O Programa Redes Juventudes, realizado até 2019, teve como premissa qualificar o debate sobre as temáticas das juventudes brasileiras. Para isso, propunha a articulação de espaços de reflexão e a construção de novos olhares sobre questões como identidade e pertencimento, oportunidades educacionais, geração de renda e participação política e cidadã. A iniciativa resgatou o legado de 13 anos do Programa Jovens Urbanos, realizado pelo Itaú Social entre 2004 e 2017.

    Em 2019, representantes de organizações da sociedade civil e órgãos públicos, jovens ativistas e pesquisadores estiveram reunidos em uma formação inédita para discutir e formular estratégias para o enfrentamento das desigualdades.

    Selecionado dentre mais de 460 inscrições recebidas, o grupo de 33 integrantes participou de uma etapa presencial, realizada na cidade de São Paulo (SP), e outra a distância, por meio do Laboratório de Práticas. A experiência combinou escutas, referenciais teóricos e vivências anteriores do Itaú Social no trabalho com juventudes. Esse percurso está compilado na publicação Juventudes em Curso: Caderno de Inspirações nº 1.

    A formação também buscou contribuir para o aprimoramento de experiências dedicadas aos jovens, a fim de garantir o desenvolvimento pleno desse público e estimular ambiências democráticas em suas comunidades para a produção social, cultural e econômica.

    Parceiro

    Instituto Singularidades

    Rede Mobiliza Itaú

    imagens de uam criança brincando com o Estetoscópio de uma medica
    Voluntária durante Ação Voluntária Global realizada em Rio Branco (AC)
    imagens de de uma roda de leitura
    Voluntários durante Ação Voluntária Global realizada em João Pessoa (PB)

    Por acreditar no potencial de mobilização das redes, o Itaú Social estimula o engajamento dos funcionários em práticas voluntárias. O Programa Rede Mobiliza Itaú oferece oportunidades de envolvimento em ações estruturadas pela própria instituição, incentiva a proposição de iniciativas espontâneas em diferentes temáticas, e assessora os interessados a viabilizarem suas propostas.

    A Rede de Ações Sociais Itaú é um ambiente virtual de disseminação das ações institucionais e das atividades promovidas pelos Comitês Mobiliza Itaú. O canal de comunicação oferece orientações sobre voluntariado, participação social e relatos inspiradores para o desenvolvimento de novos projetos no seu contexto de atuação, mantendo o alinhamento institucional com o Itaú Social.

    Em 2019, foi realizada a 3ª Semana de Ação Voluntária, que incentiva o engajamento em um voluntariado transformador no âmbito da educação, promovendo o desenvolvimento pessoal tanto do voluntário quanto do beneficiário. Foram realizadas 103 ações em seis países da América do Sul (Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai), além do Reino Unido, que participou pela primeira vez. O número é 22% superior ao de 2018, envolvendo mais de dois mil colaboradores do Banco Itaú, familiares e convidados.

    Ao todo, foram beneficiados 7.441 crianças, adolescentes e jovens. No Brasil, as atividades ocorreram em 36 municípios dos estados do Acre, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e São Paulo.

    Números

    Atuação dos Comitês de Voluntariado:

    40
    Comitês com 323 membros
    499
    ações realizadas
    5 960
    voluntários envolvidos
    52 049
    beneficiados,
    sendo maioria de
    crianças e adolescentes

    3ª Ação Voluntária Global

    Geral

    Países participantes 7
    Ações realizadas 103
    Cidades com ações realizadas 49
    Número total de voluntários participantes 2.135
    Número total de beneficiados 7.441

    Brasil

    Ações realizadas 56
    Municípios com ações realizadas 36
    Estados com ações realizadas 21 e Distrito Federal
    Número total de voluntários participantes 1.805
    Número total de beneficiados 6.309

    Parceiros

    Instituto de Políticas Relacionais

    Instituto Unibanco

    Missão em Foco

    Manuela Cavadas imagens de de uma roda de leitura
    Participantes durante palestra do encontro Missão em Foco realizado em Salvador (BA)

    O Missão em Foco promove apoio institucional para organizações da sociedade civil (OSCs) que apresentam bons resultados de monitoramento ao participarem de outros programas e/ou projetos do Itaú Social, como o IR Cidadão, Comunidade, Presente!, Redes de Territórios Educativos e parcerias estratégicas. A proposta é disponibilizar recursos flexíveis e adequados às necessidades de cada organização social selecionada, visando à ampliação do seu impacto.

    Após cerca de 18 meses de criação, o Programa já demonstra efeito consistente no desenvolvimento das OSCs. Em média, as organizações apresentaram crescimento de 26% em seu desenvolvimento institucional, 37% na gestão operacional e 18% em gestão pedagógica. Os eixos Comunicação e Diversidade também foram trabalhados, por meio de estratégias formativas de assessoria técnica e encontros presenciais.

    Além das formações, os encontros presenciais foram uma oportunidade para as organizações compartilharem suas vivências e rotinas. Foram realizados eventos em Salvador (BA) e em São Paulo (SP) com representantes das 28 organizações participantes dos dois ciclos em andamento. Na Bahia, visitaram a Associação Pracatum, uma das OSCs beneficiadas pelo Programa.

    Números

    28
    OSCs apoiadas
    R$ 13 400 000
    é o valor do investimento
    528
    horas de assessoria técnica
    21 643
    crianças, adolescentes, jovens
    e adultos beneficiados diretamente
    272 100
    pessoas beneficiadas indiretamente

    Comunidade, Presente!

    imagens de crianças se abrançando em uma quadra de futsal
    Crianças e adolescentes participam de atividades esportivas promovidas pelo CEACRI (Centro de Apoio à Criança), apoiado pelo Programa Comunidade, Presente!
    Crédito: Camila Almeida imagens de crianças em uam janela sorrindo e tocando cavaquinho e cantando
    Crianças e adolescentes participam de aulas de músicas promovidas pelo CEACRI (Centro de Apoio à Criança), apoiado pelo Programa Comunidade, Presente!

    O Programa Comunidade, Presente! disponibiliza recursos financeiros pontuais para a melhoria da infraestrutura de organizações da sociedade civil e escolas da rede pública, que podem inscrever solicitações de apoio para a aquisição de equipamentos, materiais permanentes e a realização de pequenas reformas.

    Em 2019, o número de projetos apoiados aumentou 50% e o valor de investimento cresceu 15%. Foram atendidas solicitações em 16 estados. O objetivo do Programa vai ao encontro da meta 4 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), voltada para a garantia da educação de qualidade, que prevê a construção e melhoria de instalações físicas para proporcionar ambientes de aprendizagem “seguros, inclusivos e eficazes”.

    O Programa está integrado à plataforma de voluntários da Rede de Ações Sociais Itaú e permite que todos os funcionários Itaú participem. Eles também podem orientar uma organização a se inscrever ou atuar como “padrinhos” de uma organização já inscrita.

    Números

    110
    solicitações contempladas
    59
    organizações da sociedade civil
    51
    escolas públicas
    R$ 5 400 00
    destinados
    65 000
    beneficiados diretos
    96
    voluntários participantes

    IR Cidadão

    Imagem de 3 crianças brincando em uma caixa de area

    Edital Fundos da Criança e da Adolescência

    Com a finalidade de apoiar projetos que contribuam para a garantia de direitos, o Itaú Social organiza anualmente o Edital Fundos da Infância e da Adolescência (Edital FIA). Os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCAs) de todo país, gestores legais dos Fundos, são convidados a inscrever propostas anualmente. Cada CMDCA pode inscrever um projeto fundamentado nos diagnósticos locais, de acordo com as prioridades do município.

    Em 2019, o Edital FIA selecionou 115 projetos, total que representa mais do que o dobro de 2018, quando foram apoiadas 51 ações. Ao todo, foram repassados R$ 26 milhões para iniciativas de 20 estados. Os recursos são provenientes da destinação de 1% do imposto de renda devido das empresas do Conglomerado Itaú Unibanco Holding S.A.

    O Edital é elaborado conforme as orientações do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e seleciona propostas voltadas a atendimento e acolhimento direto; elaboração de diagnóstico, sistema de monitoramento e avaliação de políticas públicas; capacitação e formação profissional; campanhas educativas; e mobilização social e articulação para a defesa dos direitos.

    Números

    115
    projetos apoiados
    R$ 26 000 000
    destinados

    Destinação do Imposto de Renda

    No Brasil, todo contribuinte pode destinar até 6% do Imposto de Renda devido aos Fundos da Infância e da Adolescência (FIAs). Com o objetivo de colaborar com esse dispositivo previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o Itaú Social estimula os funcionários do Banco Itaú a fazerem a destinação. O valor total empenhado é dobrado pelo Banco.

    Como as empresas que operam sob o regime de lucro real também podem destinar parte de seus tributos devidos, o Conglomerado Itaú Unibanco Holding S.A destina 1% de seus impostos aos Fundos. Ambos os recursos são direcionados a projetos selecionados por meio do Edital Fundos da Infância e da Adolescência.

    Números

    Alcance

    516
    participantes nas formações
    507
    instituições apoiadas
    168 546
    crianças, adolescentes e jovens
    1 424
    funcionários mobilizados

    Produto

    R$ 20 000 000
    em apoio financeiro do Itaú Social
    R$ 21 000 000
    em recursos incentivados
    (IR Cidadão)

    Encontro de OSCs e de Conselhos

    imagens da premiaçao Poema 5º ano do ensino fundamental - pessoas no palco recebendo o prêmio

    Representantes de organizações da sociedade civil (OSCs) apoiadas pelo Itaú Social participaram de um encontro em São Paulo (SP) para discutir o papel dessas instituições na garantia de direitos. Foram debatidas a importância de contemplar a diversidade no planejamento e as estratégias de monitoramento e avaliação para aprimorar práticas de gestão.

    O evento reuniu membros de 52 OSCs participantes de três programas do Itaú Social: Prêmio Itaú-Unicef, Edital de Apoio aos Fundos da Infância e Adolescência e Edital do Fundo Itaú Excelência Social.